Os devaneios aqui da je!

07
Ago 08

O Scott era um bonito Dobermann, não era mau nunca foi, pelo contrário era um mariquinhas, a única coisa que o poderia irritar era o facto de alguém me tentar fazer alguma coisa de mal ou quando via o Baco (Dálmata) à frente, este provocado por ciúmes que os 2 tinham de mim.

Conseguimos salvar o Scott uma vez, já tinha 1 ano e apanhou parvovirose, normalmente mortal nos cachorros, eu e os meus pais fazíamos turnos para tomar conta dele porque estava a soro, não se mexia, não comia só vomitava e fazia diarreia, uma vez quis levantar-se sozinho para vir cá fora, nessa altura eu estava a dormir, parou ao meu lado e começou a cheirar-me e lambeu-me a cara como que a agradecer, foi aí que me escolheu a mim como sua dona. Era o meu cão, chegou a dormir comigo na cama apesar daquele tamanho, era muito apegado a mim e eu a ele. Quando saí de casa não o podia levar comigo, não tinha espaço para ele mas sempre que ia a casa dos meus pais ia ter com ele, assim que me sentava no chão ele queria logo deitar-se ao meu colo como se fosse um cão pequenino.

O Scott faria 11 anos no mês que vem, infelizmente não chegou lá, um cancro nos ossos levou-o primeiro... E ontem eu não cheguei a tempo de me despedir dele, nem o veterinário chegou a tempo de...

Queria tanto ter chegado a tempo, preferia que ele morresse ao meu colo...com a presença daquela que ele elegeu como dona.

Espero que estejas bem agora Scott, quem sabe não estaremos juntos outra vez um dia, a dona nunca te vai esquecer! 

 

 

Quem me conhece sabe que para mim os bichos são pessoas, aliás muito mais importantes do que muitas pessoas da minha familia.

Quero agradecer a todos que me deixaram comentários e força, muito obrigado, um beijinho muito grande para todos, obrigado mais uma vez!
 

publicado por Filipa às 09:59
sinto-me:
música: Em silêncio comigo própria

comentários:
A vida é mesmo assim Filipa.
É sempre dificil ficarmos sem aqueles que mais gostamos, quer sejam pessoas ou animais.
Também desde que me conheço que sempre vivi rodeada de animais, por isso como deves imaginar, ao longo de todos este anos já perdi cães, já perdi gatos, todos eles eram especiais para mim, sei dar-te o devido valor...
Agora vem a saudade, a falta dele, um dia quem sabe, arranjas outro companheiro de 4 patas, não para subsituir o Scott, claro!
O lugar dele ninguém o irá ocupar...

Beijinho Filipa .
Agora precisas é de distrair-te, sabes como é...
donzela@sapo.pt a 7 de Agosto de 2008 às 10:52

Pois é...eu também sempre vivi rodeada de animais e também já perdi muitos ao longo destes anos, tenho outros amigos de 4 patas e muitos, em minha casa tenho a minha Bolinha, nos meus pais tenho muitos mais... às vezes até sinto saudades de acordar com os cães todos a ladrar o que antigamente me tirava do serio
Por vezes sinto-me melhor no meio deles do que das pessoas.
Beijinho grande!
Filipa a 7 de Agosto de 2008 às 11:04

Fiquei triste! Não te conheço, não conheçi o teu canito... mas fiquei triste.
Adoro canitos e nas tuas palavras, lê-se o amor que tinhas a esse.
E prontos, na digo mais nada
Bjinho grande para ti.
Domi a 7 de Agosto de 2008 às 11:13

Muito obrigada pelas tuas palavras, um beijinho grande também para ti!
Filipa a 11 de Agosto de 2008 às 10:28

Fikei comovida.

Coitado.
Acontece...

Bjs
•Ticeli a 7 de Agosto de 2008 às 11:28

Infelizmente é mesmo assim...
Beijinhos
Filipa a 11 de Agosto de 2008 às 10:29

Só me resta desejar-te força e lembra-te dos bons momentos que passas-te como Scott .

Por incrível que pareça também me apego muitos aos animais e passo-me quando alguns são mal tratados pelos próprios donos.

Força, esta noite á mais uma estrela no céu !
Mundo que me rodeia.. a 7 de Agosto de 2008 às 11:34

Obrigada pelo comentário.
Eu fico para morrer quando vejo bichos abandonados, se pudesse apanhava-os todos.
Beijinhos
Filipa a 11 de Agosto de 2008 às 10:30

...

força amiga... são estas palavras que me saem nada mais...

beijocas
leuqar a 7 de Agosto de 2008 às 12:06

Obrigada amiga!
Beijinho grande
Filipa a 11 de Agosto de 2008 às 10:30

Ola!
Sei que todas as palavras do mundo não te vão tirar a tristeza que sentes,mas sempre ajuda um bocadinho a dar força :)
Ele vai estar a olhar por ti la em cima,num mundo onde não fazem mal aos animais e eles são felizes,não sofrem...acredita que não o viste no seu ultimo minuto mas ele partiu eternamente grato pela grande vida que lhe proporcionas-te aqui na terra...
Agora é seguir em frente e pensar que ele está num mundo melhor :D
Um grande beijinho e uma lambidela da minha Nina (a minha gatinha).
NicasS a 7 de Agosto de 2008 às 12:25

Era mesmo bom que existisse um mundo onde os animais vivessem felizes e ninguém lhes pudesse fazer mal...
Obrigada pelo teu comentário.
Um beijinhos meu e da minha Bolinha(cadela) para ti e para a Nina
Filipa a 11 de Agosto de 2008 às 10:32

Olá, amiga. sei bem o que sentes. Aconteceu-me o mesmo há uns anitos. E a dor foi muito grande. Só pensava que não o devia ter deixado sozinho, assim mal como estava. Mas quis a vida que ele parti-se na nossa ausencia. Pensa positivo, assim terminou o sofrimento do teu "amigo", e provavelmente ele tambem não te quereria lá na hora do adeus, Beijinho, Guguinha
guguinha a 7 de Agosto de 2008 às 17:50

Obrigada pelo teu comentário.
Beijinho grande!
Filipa a 11 de Agosto de 2008 às 10:33

Não sei que te diga!Estou com as lágrimas nos olhos . Pensa que foi melhor para o Scott, e que agora ele está bem , sem sofrimento. Volto a desejar-te força.
Beijinhos
tontices a 7 de Agosto de 2008 às 20:31

Obrigada, eu sei que ele agora está melhor mas custa sempre...
Beijinhos grande
Filipa a 11 de Agosto de 2008 às 10:33

doi, mas
pouco a pouco
diluir-se-à
no tempo da tua memória
e na nossa


dos calhaus da Covilhã
beijinho
jabeiteslp a 7 de Agosto de 2008 às 21:07

É, aos poucos a dor vai e fica a saudade...
Beijinhos
Filipa a 11 de Agosto de 2008 às 10:34


Leio regularmente o seu blog embora não tenha um. É delicioso! Hoje fiquei francamente triste, mas a ternura das suas palavras revela um maravilhoso ser humano. Só quem não lida com os animais é que não lhe sabe dar o valor. A minha cadela tem sido inexcedível na companhia que me faz, pois perdi o meu marido há pouco tempo. Sei que ela também sentiu a falta. Não quero imaginar se nesta altura eu perdesse a minha AMIGA. Desejo-lhe que a vida lhe dê em felicidade o retorno da sua dedicação. Um beijinho.
imaria a 10 de Agosto de 2008 às 23:29

Olá!
Muito obrigada pelas suas palavras
Os animais são os amigos mais fiéis que podemos ter, gostam de nós tal como somos e fazem tudo por nós, estão lá em todos os momentos.
Desejo-lhe tudo de bom, um beijinhos grande.
Filipa a 11 de Agosto de 2008 às 10:37

Agosto 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
13
14
15
16

17
19
21
22
23

24
26
27
28
29
30

31


mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO