Os devaneios aqui da je!

26
Set 07

Porque é que há pessoas que gostam de contar a vida toda da sua família ?

Contar o dia a dia, o que fazem ou deixam de fazer, que cursos têm, o que os faz querer gritar aos sete ventos o quanto espectaculares são os seus familiares?Tudo bem, acho muito bem que tenham orgulho neles, mas andar para aí a armar-se a dizer que eles é que são os melhores nisto e naquilo, é escusado.

Acabou de sair daqui uma cliente que nunca me lembro de ter atendido na minha vida, pois que esteve aqui pelo menos uma hora a relatar a vida da sua família , que o sobrinho é professor catedrático , que ao fim de 20 anos trocou a mulher por uma bem mais nova, que a sobrinha é médica em Washington , e que tem grande nome lá fora, sai nas publicações de medicina, e no meio desta conversa toda de vez em quando repetia "já pode ver a qualidade desta gente", chegou ao ponto de me relatar o que faz a empregada da sobrinha na América, o que limpa o que deixa de limpar...depois da família foi a vez dela própria, que casou tarde, não tem filhos, que em tempo contadinho trabalhou 50 anos, o que fazia no 25 de Abril, que trabalhou no concelho da revolução... ufaaaaaaaaa !!!Posso-vos garantir que durante esta hora de conversa (só dela) se eu abri a boca mais de cinco vezes para dizer alguma coisa foi muito...a Sra. era tipo metralhadora ... e isto tudo para quê? Eu não lhe perguntei nada, a sobrinha é médica e tem uma casa espectacular?Que bom para ela porque para mim é igual ao litro!

Eu realmente tenho que ter uma SANTA PACIÊNCIA!!!

publicado por Filipa às 12:19
sinto-me: Com a cabecinha em água
música: Foo Fighters

comentários:
Agora é que eu reparei no letreiro! É pá 'tá mesmo a puta da loucura!
Essa cromo do género feminino é uma ressabida que se quer armar aos cucos, para te deslumbrar com tanta finesse!!!! Deve ser uma tia que espera ansiosamente um bilhete de avião para ir aos states de borla! e, claro, ver com os seus próprios olhos e ter ainda mais histórias para melgar a cabeça a quem com ela se cruza!!!!
Bjs
Lua de Sol a 26 de Setembro de 2007 às 15:14

Hehehe , está fixe não está?
O pior é que tenho que aturar pessoas assim quase todos os dias...e a paciência ultimamente escasseia.. whatever ! Beijinhos
Filipa a 27 de Setembro de 2007 às 11:21

Apetece-me dizer, F..... que paciência.

Um beijo sonhador e de muita paciência.

Se tiveres mais um pouquinho de paciência, aqui deixo um texto de um sonho que se tornou realidade.


Desejo

Devia deixar de fumar, mas no entanto...
Traguei a noite ao mesmo ritmo que ia deitando abaixo a lata de Coca-Cola que agora serve de cinzeiro.
A roupa está disposta pelo quarto ao abandono do meu corpo e do de Paula.
Esta dorme a meu lado e a certa altura da noite, penso que a respiração dela me faz lembrar suaves murmúrios de anjos… (melhor: colas na tua mente o pulsar ritmado que sai pelas suas narinas à tua ideia de anjos repousando sobre uma nuvem, qual nenúfar, no céu).
Mas, logo concluí que isso era efeito do sono que surgia quase à mesma velocidade que queimava os cigarros contra os pulmões.
Paula tem o cabelo encaracolado e o rosto está disposto sobre a brancura da almofada.
Os seios cheios, fartos mesmo, escondem-se na camisola que não alberga o tamanho dos mesmos e não há palavras, por mais poéticas que sejam, que encubram os pensamentos que por momentos me ocorrem.
Acordado, agora medito sobre o inevitável breve final do mundo. Imagino já o estrondo que ecoará na minha cabeça e fumo.
Fumo muito e sempre. Fumo no carro, fumo quando chego a casa, antes da refeição, durante e depois. Fumo na casa de banho. Fumo enquanto faço amor.
Paula nunca aguentou o cheiro do fumo. Sei, mas insisto em tirar mais um cigarro do maço e em acendê-lo. Paula dorme.
Levanto-me e agarrando na lata de Coca-Cola que agora serve de cinzeiro, acerco-me da janela. Da janela vejo o mar. Enquanto observo os miúdos que desafiam as ondas a rebentar sobre a areia, Paula acorda.
Disse, bom dia, caminhou na direcção da porta e entre o caminho da cama e da casa de banho ainda tem tempo de completar, acaba com a merda do fumo, que estás a empestar o quarto.
Paula demora-se na casa de banho; oiço o som da urina projectar-se na água da sanita.
Puxa o autoclismo, o papel higiénico rola por duas vezes, a torneira abre-se, a água jorra contra o azulejo, a torneira fecha-se.
Paula descoberta ao mundo, atravessa a porta da casa de banho que dá acesso ao quarto e diz:
- Já nem te barbeias.
Eu faço-me de mudo. Continuo a fumar junto à janela e Paula diz:
- Veste pelo menos a camisola, está muito frio.
Mas eu devolvo a ordem com a pergunta:
- Quando foi que tudo aconteceu?
- Quê? Pergunta ela.
- Quando foi que tudo aconteceu, repito, tudo isto?
- Tudo, mas tudo, o quê?
- Isto de estarmos aqui, mas não estarmos: tu seres uma chata, e eu já não aguentar nada disto; respondo de uma maneira seca.
Paula diz que não sabe, mas adianta que talvez tudo tenha acontecido na altura em que me deixou que lhe tocasse a intimidade com os dedos com cheiro a cerveja e decidiu deixar aquele ex-marido banana para fugir comigo, só porque eu tinha um tom de voz que fazia lembrar o António Banderas e lhe prometera comprar uma ilha algures no Mediterrâneo só para os dois.

Ela diz que foi isso, que foi isso… que aconteceu.






João Cordeiro a 26 de Setembro de 2007 às 18:14

Muito Obrigado, está giro o texto.
Beijinhos
Filipa a 27 de Setembro de 2007 às 11:24

Quando trabalhei numa loja também tive que aturar uma velhotita, que depois de me contar os problemas amorosos do filho, ainda me perguntou a mim qual a minha opinião...
dina a 27 de Setembro de 2007 às 09:37

Lol , pois é, ainda se põem a dizer "não acha", lol .
Quem trabalha no atendimento ao publico têm que ter um poder de encaixe e uma paciência vai lá vai!!!
Beijinhos
Filipa a 27 de Setembro de 2007 às 11:26

Pois é..quem atende público tá f***** com esses cenarios...
Sei bem o que isso é!!
Até já sugeri ao meu boss que se cobrasse as consultas sentimentais!! LOL
Vem uma ''ah e tal..o menamorado..acho q tem outra ..i uns sms no telf...q faço?'' SEI LÁ!!!
deslarguem-me!!!
eu a 27 de Setembro de 2007 às 12:24

Setembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
12
14
15

16
19
21
22

23
28
29

30


mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO